terça-feira, 29 de outubro de 2013

O lançamento do Livronto

Demorou, mas o lançamento do Livronto aconteceu!
Foram precisos dois meses online no site Catarse para que o meu projeto fosse bem-sucedido, o financiamento coletivo do Livronto. Mas isso vocês já sabem, não é? Falei muito sobre isso em "Parte 1" e "Parte 2". 

Vamos ao que mais interessa no momento: o lançamento!

O lançamento do Livronto aconteceu no dia 26 de outubro de 2013, sábado passado, na Praça XV Filmes e Conveniência. 
Infelizmente, eu ando me ausentando muito e publicando cada vez menos neste blog, por isso não comentei nada por aqui. Me perdoe. Espero que você, que acompanha o meu blog também acompanhe a minha página oficial no Facebook (facebook.com/William.Melo.Oficial), porque minhas atualizações são muito mais frequentes por lá. 

William Melo - Livronto

A cada segundo que passava e eu percebia que faltava pouco para eu estar lá, no lançamento do meu livro, mais intenso era "o frio na minha barriga". Ao mesmo tempo em que eu ansiava pelo momento, eu o temia. Ao mesmo tempo em que eu desejava mais que tudo ver as reações das pessoas ao lerem meus contos no Livronto, eu as temia.
— O quê? — Poderiam perguntar ao ler. — Mas que porcaria é essa?
Felizmente, até o momento, ninguém usou essas palavras, pelo contrário, só recebi elogios (que acredito serem, de fato, sinceros).

William Melo - Primeiros autógrafos

Bom, é difícil de explicar como é a sensação de lançar um livro, sabe? Eu acredito que isso também deva acontecer com músicos quando vão lançar um novo álbum de inéditas ou com toda a equipe que trabalhou na criação de um filme de cinema que está prestes a aparecer na telona, por exemplo. No meu caso, eram as minhas ideias, os meus textos... o meu livro. Tudo o que até então era meu simplesmente se tornou público! É claro que os direitos autorais pertencem a mim, mas não é disso que eu estou falando, caso pense que sim. Eu estou falando de histórias que saíram da minha mente, da minha imaginação, e ganharam vida em páginas de papel e foram viver em outras mentes... Mentes essas que podem fazer comparações como "esse personagem é tão parecido comigo" ou "isso já aconteceu com aquele meu amigo...". Isso é incrível. 
Eu realmente espero que minhas histórias possam tocar, emocionar e divertir algumas pessoas. Essa é a minha pretensão. Eu quero que as pessoas me deem a oportunidade de mostrar o que eu escrevi. Eu quero que as pessoas tenham a oportunidade de ler o que eu escrevi. Se vou ter sucesso ou não, será apenas uma consequência aos desejos que acabei de mencionar. E exatamente por esse motivo que eu decidi doar dez por cento das tiragens dos meus livros para bibliotecas publicas. Eu fiz isso agora, com a primeira tiragem do Livronto e pretendo continuar fazendo, pois dessa forma vou dar o primeiro passo para as oportunidades que falei.
Eu acredito no poder da arte, independente de tipo ou gênero. Não me limito apenas a um tipo de expressão artística, tampouco a "rótulos". 

Stella e William João, William e Elsa

William e OdairMarcelo e William

Gibim e WilliamMaíra e William

Fernando e WilliamIolanda e William


Marcos, William e NeiFábio e William

Foi simplesmente maravilhoso ter a presença de amigos e familiares em um momento tão importante para mim. É sério, eu escrevi um livro (com muitas palavras), de fato, mas não sei o que dizer para descrever o quão incrível foi ver esse pessoal lá, prestigiando o evento e meu trabalho. 

MaíraFábio

Maíra, Andrei, João e ElsaMarcelo


Agradeço a Deus por eu ter amigos e apoiadores tão maravilhosos! Sinto-me abençoado em meio a tantas pessoas legais.

PS: Nem todos os meus amigos, familiares e apoiadores puderam ir ao lançamento, porque vivem em outras cidades, estados e até mesmo em outros países, mas isso não muda nada... Eu amo todo mundo! :D

3 comentários:

  1. parabéns, moço, estou muito orgulhosa de você! foi maravilhoso estar lá, e poder presenciar esse momento e, claro, tocar no livronto! \o/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns William, gostei bastante do Livronto. Engraçado senti exatamente o que você sentiu no lançamento... um abraço

    ResponderExcluir